20 de mar de 2012

Quando bate o sentimento 'Deus obrigada!'

As vezes, me acometo de um sentimento forte: o 'Deus obrigada!'. Ao tentar descrevê-lo, a primeira palavra que me vem a mente é gratidão. 

Mas até mesmo a gratidão, talvez por ser uma palavra que remete à algo recebido, não expressa totalmente o que quero dizer aqui, nessa simplística descrição de algo tão mágico. 

A magia desse momento me aparece como milhões de fragmentos, dos quais se encaixam em perfeita harmonia. Como uma corrente de partículas correndo na mesma direção, para formar algo significativo como a gratidão pela possibilidade de contribuir ao invés de receber.

Nesse momento o que mais me chama à atenção é a sensação de totalidade, da qual sou elevada a sentir - eu - um dos pequenos fragmentos, ou fio, da fabulosa teia da vida. Deus obrigada! 

O Amor é o unificador desses pequenos fragmentos. Amar é o mesmo que dizer, ou sentir "Deus obrigada!". Quando vivemos momentos de puro Amor não nos sentimos em dívida, tampouco deixados para traz, muito menos separados da totalidade do que Deus representa. 

Nenhum comentário: