30 de mar de 2011

Intenso, leve, coração ...
















Tenho um coração que bate tão forte
que me tira o fôlego, que me faz vibrar.
Peço a ele que tenha calma, que me ajude a caminhar.
Mas ele é involuntário, não quer me escutar.

Diz em firme tom: a mim não tentes enganar,
conheço os teus mistérios, deveras a inspirar.
Olhe para dentro e então verás
o que tua alma estás a falar.

Peço tempo, mas ele diz que é o tempo;
que devo me entregar. Ir contra o coração
é perda de tempo, é preciso confiar.

Eu digo que tenho medo, mas ele sorri vibrando:
Venha comigo e deixe os teus apegos
sinta o teu tempo,  seja livre, e leve como o vento.

Um comentário:

Rosaria disse...

Deixe os teus apegos,...sinta o teu tempo,...seja livre...e não tenhas medo de Ser o Teu mais íntimo e Sincero QUERER!
De coração desejo isso a todos nós!