26 de mai de 2010

Sinergia


A combinação de duas ou mais forças, para que o efeito do relacionamento entre as forças seja tão magnífico quanto as mesmas individualmente, tem-se Sinergia.

Fuller (um dos primeiros cientistas a definir esta palavra) define-a como o resultado do comportamento da globalidade dos sistemas. O grau de cooperação (isto é, de sinergia) entre o comportamento das partes de um sistema só pode ser entendido pela totalidade, ou seja, pela razão combinada com as emoções e a intuição. Não se pode conhecer a vida, por exemplo, só de maneira objetiva ou só de forma subjetiva, visto que a vida é uma somatória. Ou a conhecemos pela totalidade ou o conhecimento será apenas parcial. Podemos agora redefinir sinergia como uma integração de comportamentos. Sinergia é mutualidade, compartilhamento de mudanças.

Me relaciono logo existo. A vida e suas conexões - os relacionamentos - vem tecendo a teia histórica da evolução do universo.  A Vida por si só é a manifestação do divino. Para se existir vida, no mínimo, é preciso que haja uma interação; primeiramente entre dois elementos: consciência e intenção. Seja lá o que for que nos deu vida, esse algo maior, certamente agiu por consciência e intenção. É muito pouco provável, devido a complexibilidade do universo, que o todo seja fruto de um mero acaso. Com efeito, infinitos elementos se relacionam para que o todo exista. Tudo é sinergia. O fenômeno está presente em tudo que criamos. Mais ainda, no terceiro receptor da energia resultante, que por sua vez compartilhará a mesma energia com outros receptores, formando assim uma teia de relacionamentos. 

Nossa jornada pessoal depende do entendimento dessas conexões. Observá-las e conhecê-las. É certo que os relacionamentos são diretamente responsáveis pela forma como lidamos com as situações do nosso dia-a-dia, visto que nossa maior fonte de aprendizado é de natureza relacional, principalmente as nossas idéias. 

Um comentário:

b. disse...

lindo! gostei!! adicionei seu blog lá no meu!!! oba!!! parabéns pela escrita!